EXCESSO DE ATIVIDADE FÍSICA CAUSA ENVELHECIMENTO PRECOCE

Woman Feeling Tired After Running Outdoors. Sad Exhausted Disappointed Female Athlete In Sportswear Sitting On Ground After Losing Sports Competition, Feeling Pain In Injured Leg. High Resolution.

Excesso de esportes predispõe-se ao envelhecimento e à doença de Alzheimer ao aumentar o estresse oxidativo nas células.

O excesso físico pode provocar um aumento dos radicais livres e estresse oxidativo que as defesas normais do corpo não conseguem lidar.

“O estresse oxidativo é um desequilíbrio entre os processos oxidativos que ocorrem continuamente no organismo e as reações antioxidantes que ocorrem em todas as células”, explica o Professor Eugenio Luigi Iorio*, Presidente do Observatório Internacional de Stress Oxidativo.

“Quando a atividade física é intensa e extenuante, especialmente a atividade aeróbica, as substâncias reativas do oxigênio não só atacam as fibras musculares, predispondo-as a lesões e traumas, mas também atacam o tecido conjuntivo do sistema músculo-esquelético com maior risco de inflamação, bursite e tendinite, além de danificar as células do corpo predispondo-as ao envelhecimento “.

Danos causados por excesso de esportes

“Há um sistema bioquímico complexo, conhecido como o sistema redox, que consiste no conjunto de oxidantes e
antioxidantes, que preside o controle dos fenômenos vitais mais importantes, como a transmissão de informações nas células e entre elas, a defesa contra patógenos e a eliminação de toxinas prejudiciais à saúde “.
Se o sistema redox não funcionar bem, surgem problemas: “envelhecimento precoce, doenças degenerativas, como a doença de Alzheimer e câncer”. Estudos recentes demonstraram que entre as causas do estresse oxidativo, precisamente a atividade física sem moderação é um fator de risco emergente para a saúde.

Se não somos atletas profissionais, logo é inútil exagerar o treinamento.
“Atividades físicas incongruentes, ou seja, intensas e prolongadas, especialmente em indivíduos não treinados, inativa este sistema redox delicado e, portanto, causa danos funcionais e estruturais ao sistema músculo-esquelético”.

É tão inútil (e prejudicial) “morrer na academia”, correr como se não houvesse amanhã e levantar pesos impossíveis apenas para queimar algumas calorias.
A melhor maneira de controlar o sistema redox é realizar um exercício físico com cuidado seguindo fielmente as instruções do profissional de saúde, ou seja, seguir uma “receita de atividade física”, assim como uma “receita de dieta”.

Por exemplo, fazer jogging por 30 minutos para mulheres e 40min para homens, 5 vezes por semana, pode diminuir o envelhecimento celular em nove anos. Enquanto os atletas de domingo e aqueles que deixaram a longa hibernação de inverno com a intenção de recuperar todo o tempo perdido com algumas atividades, mas extenuantes, corre o risco de lesões e excesso de estresse oxidativo.

Os perigos para “atletas de domingo”

“Nas indivíduos treinados, as substâncias antioxidantes do corpo são tomadas com uma dieta equilibrada e restauram o sistema ao equilíbrio, enquanto que em atletas ocasionais o organismo não é bastante eficiente para combater o “tsunami” oxidativo que ocorre com o excesso de esporte”.

Este tsunami chegar a alterar não apenas as células, mas também a expressão génica (DNA) deles.
“Portanto, nos dirigimos para aqueles 31% da população mundial que se mobiliza no início do verão (dados de uma pesquisa científica recente publicada na Lancet) pensando em recuperar o dano da preguiça do inverno ou atraída pelo desejo de passar mais tempo ao ar livre: recuperar o tempo perdido após a longa hibernação do inverno é um bom propósito, desde que seja tratado gradualmente.”

*EUGENIO LUIGI IORIO – Médico, PHD em Bioquímica, Presidente do Observatório Internacional de Stress Oxidativo e Membro do Comitê-Científico DF Medica

SOBRE O AUTOR:
DF Medica’s Scientific Advisory Board
Inclui figuras acadêmicas reconhecidas a nível internacional e assegura o maior rigor científico na pesquisa e desenvolvimento de nossos serviços.

CLIQUE AQUI PARA TORNAR-SE UM PROFISSIONAL CREDENCIADO